• mcszen

Festival das Tulhas - Sobre sabores e encontros

O que faz com que duas cozinheiras altamente qualificadas estejam às cinco da manhã no local onde será preparado um cordeiro, cozido por cerca de 6 horas enterrado no chão, sem que recebam nenhum tostão por isso?


A Chef Alejandra Maidana e Chef Paulo Machado

No segundo dia do Festival Mercado das Tulhas, a portuguesa Dolores Manzarra (Cozinha Portuguesa) e a argentina Alejandra Maidana (Restaurante Quitéria/RJ) estavam de manhã bem cedinho nos jardins do Grand São Luís Hotel preparando a iguaria que mais tarde faria a alegria dos comensais participantes do evento.


Este e outros encontros foram possíveis durante o Festival que trouxe a São Luís mais de quarenta Chefs de todo o país, entre eles, Cumpade João (Casa de Cumpade) que contou histórias do sertão e cantou uma toada do Boi Barrica, enquanto preparava bode cevado na torta de babaçu, flambado com tiquira e finalizado com queijo de São Bento , animando a platéia que teve o privilégio de estar presente, como as quebradeiras de coco, por ele homenageadas.


Bode cevado na torta de babaçú do Chef Cumpade João

Teve o encontro da nossa gastronomia lindamente representada, entre outros, pelos Chefs Fábia e Eduardo Massari, e sua moqueca, seu arroz de toucinho, com o premiado Chef pantaneiro Paulo Machado e sua culinária de raiz, ou com o Chef Rivandro França do Cozinhando Escondidinho, de Recife, que disse que se não tivesse sido convidado viria por conta própria.


Fábia e Eduardo Massari no preparo da moqueca

Foram três dias intensos, pena que não dá pra ver tudo, mas teve também o espaço da confeitaria, sempre lotado, o bar com seus drinques festivos e coloridos, as palestras do Banquete de Palavras, mostrando a balbúrdia do conhecimento. Os encontros na feira da Praia Grande, o Mercado das Tulhas que dá nome ao festival. Enfim, foi a festa da diversidade, da pluralidade de sabores, de personalidades, de culturas. Uma festa para todos os sentidos.

Parabéns à AMAC, idealizadora do festival, ao incansável Júnior Ayoub, aos chefs, cozinheiros, auxiliares, voluntários.

Ano que vem tem mais.



88 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo